Advogado correspondente: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Advogado correspondente: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

 

Muitos escritórios de advocacia, principalmente aqueles que não tem estrutura para ter filiais, fazem uso dos serviços de Advogados correspondentes para poder atender às demandas de seus clientes em território nacional. O Advogado correspondente nada mais é do que aquele que presta serviços para outros Advogados ou escritórios quando os mesmos precisam realizar diligências em outras comarcas. Desta forma, o fazem localmente, de acordo com a necessidade.

É uma atuação muito interessante para os dois lados: para quem contrata, é uma forma de atender bem o cliente sem onerar o escritório com o custo de um Advogado fixo no local. Para quem é contratado, é uma forma de conseguir trabalho extra.

Neste artigo, destacamos as principais informações sobre os Advogados correspondentes. Confira!

Principais funções dos Advogados correspondentes

Quais tipos de serviços um Advogado correspondente pode prestar?

O correspondente jurídico pode prestar uma série de atividades, como cópia de processos, diligências, audiências, protocolos, assessorias jurídicas, entre outras.

O que é necessário para ser um correspondente?

Ser estudante ou bacharel em Direito, mesmo que não se tenha ainda muita experiência. No caso dos profissionais que não possuem registro na OAB, a atuação é um pouco mais limitada, pois este não pode exercer todas as atividades de um Advogado que passou no exame da ordem. Mesmo assim, ainda é possível realizar diversos serviços.

É importante ressaltar que o correspondente não é  em nenhum momento o representante dos clientes do escritório que o contratou, ele apenas atua como uma facilitador, realizando atividades jurídicas em prol dos clientes, sob orientações dos Advogados contratantes.

Quais os benefícios de se atuar como correspondente?

São inúmeros. Além da já citada oportunidade de conseguir trabalho extra, uma Advogado que atua como correspondente pode ampliar seu networking, adquirir mais experiência em diversas áreas do direito, ter mais flexibilidade no horário de trabalho (já que presta serviços à distância, não precisa ir até um escritório). A maior rapidez no recebimento dos honorários também é um ponto de destaque.

Como fazer para trabalhar como correspondente?

Há diversos sites especializados na captação de correspondentes, nos quais os profissionais interessado podem se cadastrar. Muito escritórios contratam correspondentes desta forma. Após um tempo de experiência neste segmento, o Advogado correspondente também pode preparar um portfólio e oferecer seus serviços de forma proativa para escritórios do seu interesse.

FONTE: https://blog.certisign.com.br/advogados-correspondentes-principais-funcoes/

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *